15 de abril de 2009

Berlim (I)

(Informações estatísticas retiradas da Wikipédia.)

Falar da capital da Alemanha é um desafio. Afinal de contas, qualquer "deslize" se torna imperdoável frente à audiência do blog, e claramente não queremos perder toda a legitimidade conseguida ao longo dos anos. Além disso, são muitas as informações a respeito da cidade, posto que a mesma esteve no centro da política mundial durante os últimos 150 anos. Nesse sentido, mantendo a linha das últimas postagens, pretendemos aqui apresentar alguns elementos a respeito da cidade que têm relação com o III Reich e com a Segunda Guerra Mundial.

Berlim é uma cidade-estado alemã com mais de 3 milhões de habitantes. A primeira referência à cidade ocorreu no século XIII, e foi sucessivamente a capital do Reino da Prússia (1701-1918), do Império Germânico (1871-1918), da República de Weimar (1919-1933) e do Terceiro Reich (1933-1945). Após a Segunda Guerra Mundial, a cidade foi dividida: a parte leste, conhecida como Berlim Oriental, se transformou na capital da República Democrática Alemã (Alemanha Oriental), enquanto que a parte oeste (Berlim Ocidental) se transformou em um enclave, sendo circundado pelo Muro de Berlim de 1961 a 1989. Não há dúvidas de que Berlim foi um dos pontos centrais da Guerra Fria, durante boa parte do século XX. Após a reunificação da Alemanha em 1990, a cidade retomou seu status como a capital de toda a Alemanha.

Antes de apresentarmos os elementos relacionados ao nazismo, pretendemos fazer uma breve apresentação de alguns elementos que caracterizam a cidade.

Acima, uma das placas referentes ao Muro de Berlim, "pregada" a um pedaço do muro

Pedaço do Muro de Berlim

Em toda a cidade de Berlim, no local no qual antes estava o Muro de Berlim, agora há um "caminho" feito de paralelepípedo

Acima, a localização de onde estava o Muro de Berlim

Um pedaço do Muro de Berlim

O mesmo local visto por outro ângulo

"East Side Gallery": parte preservada do Muro de Berlim, com aproximadamente 1,2 km, no qual artistas "pichavam" ainda durante o período comunista

"East Side Gallery": parte preservada do Muro de Berlim, com aproximadamente 1,2 km, no qual artistas "pichavam" ainda durante o período comunista

"East Side Gallery": parte preservada do Muro de Berlim, com aproximadamente 1,2 km, no qual artistas "pichavam" ainda durante o período comunista

"East Side Gallery": parte preservada do Muro de Berlim, com aproximadamente 1,2 km, no qual artistas "pichavam" ainda durante o período comunista

Com vários anos de antecedência... "Lula é o cara", até mesmo na Alemanha

"East Side Gallery": parte preservada do Muro de Berlim, com aproximadamente 1,2 km, no qual artistas "pichavam" ainda durante o período comunista

"East Side Gallery": parte preservada do Muro de Berlim, com aproximadamente 1,2 km, no qual artistas "pichavam" ainda durante o período comunista

"East Side Gallery": parte preservada do Muro de Berlim, com aproximadamente 1,2 km, no qual artistas "pichavam" ainda durante o período comunista

Parte preservada do Muro de Berlim

Fotografia mostrando os "incentivos" para a construção do Muro de Berlim

Estrutura ainda preservada do Muro de Berlim. Na parte de baixo da foto há o muro propriamente dito; acima a chamada "zona morta", local no qual não era permitido qualquer tipo de presença humana. Caso alguém violasse tal regra, seria automaticamente assassinado por guardas presentes nas diversas torres que acompanhavam o muro

(Continua na próxima postagem.)

Postar um comentário