23 de abril de 2009

Berlim (III)

(Continuação da postagem anterior.)

O Reichstag (termo alemão que significa "Dieta Imperial") foi uma instituição política do Sacro Império Romano-Germânico, bem como o parlamento da Confederação da Alemanha do Norte e, posteriormente, da Alemanha até 1945. Atualmente, uma das câmaras do parlamento alemão chama-se Bundestag (a outra chama-se Bundesrat), mas o palácio onde esta se reúne ainda é conhecido como Reichstag.

Um mês após a nomeação de Adolf Hitler para o cargo de chanceler da Alemanha, o prédio foi incendiado. O fogo começou as 21:14h no dia 27 de fevereiro de 1933. Acredita-se que o incêndio tenha sido iniciado em vários lugares. Quando a polícia e os bombeiros chegaram ao local, houve uma grande explosão na Câmara dos Deputados. A polícia encontrou Marinus van der Lubbe, simpatizante comunista, dentro do prédio.

Adolf Hitler e Hermann Göring chegaram logo em seguida e, quando encontraram Lubbe, um conhecido agitador comunista, Göring imediatamente declarou que o incêndio fora causado pelos comunistas. Os dirigentes do partido foram então presos. Hitler, tirando proveito da situação, declarou estado de emergência e encorajou o então presidente Paul Von Hindenburg a assinar o Decreto do Incêndio do Reichstag, que suspendia a maioria dos direitos humanos garantidos pela constituição de 1919 da República de Weimar.

Visão do plenário do Parlamento alemão

Visão do plenário do Parlamento alemão

A Estação Central de Berlim (em alemão Berlin Hauptbahnhof) é maior estação ferroviária de interseção em múltiplos níveis da Europa.

Entrada da estação ferroviária central de Berlim

A Catedral de Berlim (em alemão Berliner Dom) é o nome comum da "Paróquia Suprema e Catedral da Igreja Protestante". O edifícil se situa na Ilha dos Museus, no bairro "Mitte", e curiosamente não é a sede da igreja na Alemanha -- sendo esta a Catedral de Santa Edwiges.

A aproximadamente 1 km da Catedral de Berlim está a Berliner Fernsehturm (em português antena de televisão de Berlim). A estrutura é uma torre de televisão localizada no centro da cidade de Berlim. A torre foi construída entre 1965 e 1969 pela República Democrática Alemã (RDA), que a usou como símbolo da Berlim governada pela RDA. A torre é facilmente visível de todo o centro e de alguns bairros de Berlim e continua a ser um símbolo da cidade. A torre tinha originalmente 365 metros, mas após a instalação da nova antena em 1990, a altura é de 368 metros.

Alexanderplatz é uma grande praça aberta com um terminal de transportes públicos no centro de Berlim, próximo do rio Spree e da Catedral de Berlim. Originalmente uma feira de gado, recebeu seu nome em homenagem a uma visita feita à Berlim pelo czar Alexandre I da Rússia em 25 de Outubro de 1805.

A Catedral de Berlim com a Torre de TV à noite

A Torre de TV e as cúpulas da Catedral de Berlim são facilmente vistas de praticamente qualquer lugar da cidade

A Torre de TV e a Alexanderplatz ao entardecer

A Torre de TV e a Alexanderplatz ao entardecer

A Potsdamer Platz é uma importante praça e interseção de tráfego no centro de Berlim, Alemanha, distando cerca de 1 km ao sul do Portão de Brandemburgo e do Reichstag. Seu nome homenageia a cidade de Potsdam, cerca de 25 km à sudoeste, e marca o ponto onde a velha estrada para Potsdam passava através da muralha da cidade de Berlim no Portão de Potsdam. Depois de se transformar, em pouco menos de um século, de um cruzamento de estradas rurais no mais frenético centro de tráfego da Europa, foi totalmente devastada durante a Segunda Guerra Mundial e abandonada durante o período da Guerra Fria, quando o Muro de Berlim dividiu o antigo lugar. Após a queda do Muro, a praça foi reconstruída e tornou-se um dos mais reluzentes símbolos da nova Berlim.

(Continua na próxima postagem.)

Postar um comentário