23 de julho de 2009

Cracóvia (VI)

(Continuação da postagem anterior.)

Em maio de 1940, o Governo Geral nazista decidiu que Cracóvia seria a cidade mais "limpa" da região. De todos os judeus da cidade, apenas 15 mil tiveram autorização para permanecer na cidade: os demais foram forçados a saírem da cidade, reassentando-se nas áreas rurais.

Judeus fazendo seu serviço típico: limpando a cidade

Um dos postos de controle do Gueto de Cracóvia

O Gueto de Cracóvia se estabeleceu oficialmente em 3 de março de 1941. Os 15 mil judeus presentes na cidade foram espremidos em uma área na qual antes habitavam 3 mil pessoas. A área do Gueto era composta por 30 ruas, 320 edifícios e 3.167 quartos. Assim, em média cada apartamento era usado por 4 famílias judias, e os que não conseguiam viviam nas ruas.

Mapa ilustrativo dos limites do Gueto

Construção do muro do Gueto de Cracóvia

Parte do muro do Gueto de Cracóvia

(Continua na próxima postagem.)

Postar um comentário